Macha das Margaridas – Carta de Agradecimento

          A Diretoria da Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado de Sergipe- FETASE, em nome da sua Secretária de Mulheres e Coordenadora Estadual da Comissão Ampliada para a Marcha das Margaridas 2019, vem mui respeitosamente agradecer aos 05 Polos Sindicais e STTR’s filiados pelo grandioso compromisso e dedicação prestado para a realização da 6ª Edição da Marcha das Margaridas.

Estendemos os agradecimentos a todas as 23 instituições parceiras do campo e da cidade que também não mediram esforços para a construção coletiva ao longo desse ano, compartilhando conosco as decisões políticas e metodológica que orientaram o nosso marchar.

Demonstramos nossa gratidão também as Deputadas Estaduais, Maisa Mitidieri, Maria Mendonça e Kitty Lima, ao  Deputado Estadual Iran Barbosa, ao Deputado Federal João Daniel, aos Prefeitos Municipais de São Cristóvão e Nossa Senhora da Glória, a Articulação do Semiárido- ASA, como também aos Sindicato dos Trabalhadores Técnico-administrativos em Educação da UFS- Sintufs, Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica e Profissional- Sinasefe, Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal- Sindifisco, Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica do Estado de Sergipe- Sintese/CUT, a Central dos Trabalhadores do Brasil- CTB e o Governo Estadual que ofertaram apoio político e financeiro de forma significativa, a ampliar a mobilização de mulheres para a marcha

 A Marcha das Margaridas cumpriu bem o seu papel de protesto e denúncia contra todos os desmontes, fome, destruição ambiental e violência reproduzida pelo projeto ultraliberal em curso. O caráter propositivo da Marcha das Margaridas se expressou de forma firme e contundente, por meio da elaboração e apresentação da Plataforma Política, que expressou à sociedade política, todos os quereres e demandas, que as mulheres do campo, da floresta e das águas defendem para a construção de um Brasil com soberania popular, democracia, justiça, igualdade e livre de violência.

O Estado de Sergipe driblou grandiosos desafios e conseguiu construir uma articulação qualificada na participação, empoderamento e criatividade das Mulheres, foi com muita garra que mobilizamos aproximadamente 700 (setecentas) mulheres disposta a denunciar todas as formas de opressão e desigualdades.

Agora fica o desafio de construirmos processos sólidos pós marcha, orientado por nossa Plataforma política e por um forte e renovador ciclo de lutas.

Seguiremos em marcha, até que todas sejamos livres!!!!

Atenciosamente,

MARIA AIRES O. NASCIMENTO
Sec. de Mulheres Trabalhadoras Rurais da Fetase
Coordenadora Estadual da Marcha das Margaridas 2019

Tags:

Seja o primeiro a Comentar

Comente