Dia da Previdência Social e Dia Nacional dos Aposentados

Nesta sexta-feira, 24 de Janeiro, é celebrado no Brasil o Dia da Previdência Social e Dia Nacional dos Aposentados. Para a CONTAG, a data possui um caráter de luta e não de comemoração, principalmente por conta dos retrocessos nos últimos anos que têm impactado negativamente a vida de toda a população brasileira, em especial dos aposentados e aposentadas.É um dia para a CONTAG reafirmar a importância da Previdência Social. Mesmo com a reforma da Previdência, aprovada no último ano, esta continua a ser uma estratégica política de distribuição de renda, que proporciona melhor qualidade de vida, consequentemente um envelhecimento saudável, além de fortalecer o comércio/ economia local de mais de 70% dos municípios brasileiros. Mais de 2/3 do valor total dos benefícios rurais são destinados a municípios com até 50 mil habitantes, o que corresponde a um volume de recursos na ordem de R$ 5,6 bilhões/mês que são injetados mensalmente na economia desses pequenos municípios (dados de janeiro de 2016). A luta da CONTAG, das Federações e Sindicatos nos últimos anos, nos governos Temer e Bolsonaro, evitou que a reforma atingisse drasticamente os rurais.No entanto, a Confederação está atenta quanto ao aumento de benefícios indeferidos nos últimos anos e à demora na análise dos processos nas agências do INSS. A secretária de Políticas Sociais da CONTAG, Edjane Rodrigues, adiantou que a Previdência Social continuará a ser uma das principais bandeiras de luta da CONTAG em 2020. “Seguiremos firmes na luta para garantirmos os direitos previdenciários dos trabalhadores rurais agricultores e agricultoras familiares e denunciaremos o desmonte do Estado brasileiro, principalmente na Previdência Social. Nenhum direito a menos!”Mesmo com os retrocessos, a secretária da Terceira Idade da CONTAG, Josefa Rita da Silva, a Zefinha, parabeniza os aposentados e aposentadas pela data e enfatiza que a entidade tem compromisso com as demandas da terceira idade e idosos(as) rurais. “Nesse momento, não temos o que comemorar nesse cenário de retrocessos e de retirada de direitos, por isso, devemos nos manter mobilizados(as) para lutar pelos nossos direitos e pelo direito de outros e outras se aposentarem. Portanto, essa importante data tem que ser celebrada com muita luta, com muita garra e devemos, também, reafirmar as nossas convicções e desejos por uma vida melhor e digna no campo”, destacou Zefinha.Parabéns a todos os aposentados e aposentadas e que a nossa Previdência Social continue viva e forte!
FONTE: Assessoria de Comunicação da CONTAG – Verônica Tozzi

Seja o primeiro a Comentar

Comente