As mulheres em marcha no 8 de março em Sergipe

Mais de 1000 mulheres, do campo e da cidade, foram as ruas do centro de Aracaju neste 8 de março para um grande ato unificado, contando com cerca de 20 organizações na sua construção, entre sindicatos, movimentos sociais, movimentos sindicais, entidades estudantis, centrais sindicais e partidos.
Na marcha as mulheres protestavam pelo fim da violência domestica contra as mulheres, por melhorias no sistema de delegacias de atendimento à mulher, pela ampliação da rede de serviços de atendimento às mulheres em situação de violência e pela igualdade entre os gêneros.

Além das pautas feministas, as mulheres reivindicaram outro projeto de sociedade, denunciando as desigualdades do sistema capitalista e apontando para a necessidade da construção de um projeto popular para o Brasil. Contudo, destacaram a importância da participação da mulher na vida política da sociedade e na sua transformação, bem como na luta por reforma agrária através do acesso a água, terra e norteado pelos princípios da agroecologia.

Seja o primeiro a Comentar

Comente